O QUE FAZER EM PORTO DE GALINHAS EM 3 DIAS

Porto de Galinhas é um paraíso no Nordeste brasileiro com praias incríveis, culinária excelente e beleza sem igual. É o destino perfeito para quem busca águas calmas e vida marinha abundante. A cidade está sempre repleta de turistas, mas ainda é possível encontrar tranquilidade nesse sonho de lugar, especialmente em praias mais afastadas. Por isso, reunimos para vocês dicas bacanas do que fazer em Porto de Galinhas.

O que fazer em Porto de Galinhas

Praias

Para quem gosta de movimento, a Praia da Vila, localizada no centro de Porto de Galinhas, é o point perfeito. A praia possui águas calmas e uma vibe única provocada pelas jangadas que saem o tempo todo para os passeios das tão famosas piscinas naturais.

A desvantagem é que ela está sempre lotada de turistas e ambulantes que te abordam o tempo todo (o tempo todo mesmo)!

Vantagem: curtir a paisagem e o vai e vêm das jangadas de um dos restaurantes da orla, como o do restaurante Peixe na Telha.

Praia da Vila

Agora se você já curte uma praia com um mar super calminho, a ida a Muro Alto é a melhor dica do que fazer em Porto de Galinhas.

Que lugar mais lindo!!! Suas águas transparentes e a sensação de estar em uma espécie de “piscina natural” devido à grande formação de arrecifes são um convite à parte para quem possui crianças, já que a praia é bem rasa.

Em Muro Alto possui ainda restaurantes a beira mar com boas opções de petiscos e refeições. Para os amantes de esportes é possível alugar caiaques e pranchas de stand up paddle, tornando a visita em uma experiência ainda melhor.

Muro Alto
A barreira de corais de Muro Alto forma uma piscina natural

Outra praia que não pode ficar de fora da sua passagem por Porto de Galinhas é a Praia do Cupê. A praia possui uma grande extensão de areia e um mar mais agitado que é propício para a prática de esportes radicais como o surf e o kitesurf. Seus mais de 4 km de extensão fazem com que a Praia do Cupê fique quase deserta, principalmente em dias de semana. 😉

Praia do Cupê

Por fim, mas, não menos linda,a Praia de Maracaípe é outra que não pode faltar no seu roteiro do que fazer em Porto de Galinhas. As suas areias branquinhas, coqueirais e cajuzeiros formam um conjunto perfeito para passar horas e horas relaxando.

Praia de Maracaípe

Vale a pena ainda andar até a extremidade da praia para ver o pôr do sol no Pontal de Maracaípe seja na areia ou pegando uma jangadinha.

Pôr do sol no Pontal de Maracaípe

Piscinas Naturais

Super famosas e imperdíveis, assim são as piscinas naturais de Porto de Galinhas. As águas são clarinhas e dá para ver e nadar com muitos peixinhos, principalmente quando a maré está baixa.

Preço da travessia de jangada por pessoa: R$ 25,00 (Você pode comprar o ingresso na cabine da associação dos jangadeiros na orla da Pria da Vila).

Ponto positivo: a beleza do lugar sem dúvida e o passeio super gostoso de jangada.

Ponto negativo: a multidão de turistas que passam todos os dias nas piscinas. Para você ter ideia, para alcançá-las é preciso pisar nos corais…logo, muitos já estão mortos…um contra-senso, né? 😦

PISCINAS NATURAIS

Projeto Hippocampus

Um passeio diferente que você pode fazer em Porto de Galinhas é visitar o Projeto Hippocampus que visa à preservação dos cavalos marinhos. Lá há tanques com cavalos marinhos e peixes e muita informação sobre eles. O ingresso para visitar o centro custa R$ 12,00.

Ainda há a opção de fazer o passeio de jangada pelo Pontal de Maracaípe para ver os cavalos-marinhos no seu ambiente natural.

Passeio de buggy

Outra opção que deve entrar na sua wishlist do que fazer em Porto de Galinhas é andar de buggy pelas praias no famoso passeio ponta a ponta que p passa pelas Praia da Vila, Muro Alto, Cupê, Maracaípe e Pontal de Maracaípe.

4 horas de passeio – R$ 200,00

6 horas – R$ 250,00

9 horas – R$ 300,00

Nós já tínhamos alugada um carro, pois depois partiríamos para Maragoggi. Então, não tivemos a oportunidade de fazer o passeio. Contudo, vimos vários buggy por Porto de Galinhas e muitos turistas aproveitando. ; ) Essa é uma boa opção também para quem não está de carro.

Centrinho de Porto de Galinhas

Ah! E, claro, que você não pode deixar de andar pelas ruazinhas do centrinho de Porto de Galinhas. Há muitas lojinhas de artesanatos famosas e uma infinidade de restaurantes para todos os bolsos.

A única coisa que não curtimos muito foi o assédio dos vendedores de passeios pela cidade. Eles literalmente de acompanhar na rua e só faltam pegar na sua mão para te conduzir até agência… :/

Centro de Porto de Galinhas

História de Porto de Galinhas

Localizado no município de Ipojuca, Estado de Pernambuco, a região é super conhecida por suas piscinas naturais e seus coqueirais belíssimos.

Eu (Higor) sempre tive curiosidade do por que do nome e fiquei bastante surpreso com a descoberta. Inicialmente a praia era chamada de Porto Rico devido à sua abundância de pau-brasil. No auge da escravidão no Brasil foi o principal ponto de comércio de escravos ilegais no nordeste brasileiro. Muitas vezes, os negrosviam de navios escondidos embaixo de engradados de galinhas-d’angola. A chegada dos escravos ilegais ao porto costumava ser anunciada pela frase:“tem galinha nova no porto!” Desta forma, a praia de Porto Rico ficou conhecida como Porto de Galinhas.

Como chegar

Pegamos um voo noturno no Rio e chegamos em Recife por volta de 1h30min da manhã. Assim, optamos por não viajar de madrugada até Porto de Galinhas.  Passamos a noite no Siesta Box – uma espécie de cápsula que fica no segundo piso do próprio aeroporto Internacional dos Guararapes.

Recomendamos reservar antes para evitar lotação, pois são pouco mais de 20 cápsulas.

Como optamos por alugar um carro para ter mais liberdade, às 7h da manhã já estávamos de pé, prontos para aproveitar ao máximo e ainda nos restavam 50 km até Ipojuca. Além dessa opção, há outras formas de se chegar até Porto de Galinhas. São elas:

Ônibus – há 2 linhas de ônibus que saem de Recife para Porto de Galinhas pela Viação Cruzeiro. A passagem custa entre R$ 8,00 e R$ 12,00.

Transfer  privado– Para quem prefere ter conforto, há opções com preço médio de R$ 140,00 o trecho (que pode ser dividido por até 4 pessoas) com a JG Tour.

Quando ir

A temporada seca em Pernambuco vai de setembro a março. Essa é a melhor época para viajar a Porto de Galinhas, já que chove muito pouco e a visibilidade do mar fica ótima.

Apesar disso, faz calor o ano inteiro e recomendamos ir mesmo fora de época. Nós, por exemplo, fomos em agosto e pegamos excelentes dias de sol.

Onde se hospedar

Há duas opções de hospedagem em Porto de Galinhas: Pousadas e Resorts. A escolha depende do que você procura na cidade.

Para quem quer tranquilidade, mas não quer se privar de conforto, Muro Alto conta com ótimas opções. Já quem fica próximo ao centro tem opções mais econômicas e pode usufruir do burburinho único que a cidade proporciona com muitos restaurantes, moda praia e artesanato.

Após algumas pesquisas, escolhemos o Xalés de Maracaípe e podemos dizer que foi uma escolha mais que perfeita. Que hotel fantástico!!!

Ele fica na praia de Maracaípe, possui chalés lindos, com uma ótima estrutura e um café da manhã sensacional. Além da praia, possui piscina e serviços como massagem ao ar livre. Um charme de lugar! E tudo isso a pouco mais de 8 minutos de carro até o centro de Porto de Galinhas.

Xalés de Maracaípe

 

O Xalés de Maracaípe fica à beira-mar

E você? Tá esperando o que para conhecer e explorar esse paraíso? 😉

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s